Indicadores de desempenho de fornecedores na construção civil

Alguma vez escolheu um fornecedor e mais tarde percebeu que tomou a decisão errada? Talvez o motivo desse erro seja não ter levado em consideração os indicadores de desempenho do fornecedor. Independentemente do mercado em que atua os fornecedores e os vendedores terão sempre um papel importantíssimo no sucesso de uma empresa.

Existem várias formas de lidar com fornecedores. Algumas empresas optam por aproximações mais agressivas nas quais tentam conseguir os produtos ao preço mais baixo possível. O problema destas aproximações é que apenas têm em vista o curto prazo e não ajudam a desenvolver relações fortes e privilegiadas com os fornecedores.

Uma aproximação amigável será sempre melhor a longo prazo porque permitirá construir relações duradouras com os fornecedores, as quais poderão afetar fortemente o sucesso no futuro de qualquer empresa. No entanto, antes de investir nas relações com fornecedores é necessário escolher aqueles que apresentem os indicadores certos para a sua empresa.

Os clientes procuram sempre o produto com maior qualidade, ou com a melhor relação entre preço e qualidade. Isto significa que, dependendo da sua empresa, terá que ter vários fatores em conta na escolha de fornecedores. Atualmente, até já existe uma norma reguladora (ISO 9001:2015), que foi criada para ajudar organizações a desenvolver e melhorar o desempenho através da aplicação de sistemas eficientes e práticos de gestão.

Se aplicado um sistema normalizado de gestão, e se for acompanhado e avaliado os indicadores de desempenho dos fornecedores, as operações da empresa decorrerão de forma suave e a lucratividade aumentará. No entanto, avaliar e acompanhar os fornecedores nem sempre é uma tarefa fácil.

Isso não compromete a sua capacidade de contratação. Caso não encontre um fornecedor que não atenda aos requisitos mínimos, você terá informações importantes e saberá exatamente o que deverá monitorar durante a prestação de serviços para que as deficiências do fornecedor que contratou não venham a afetar o seu negócio.

Os principais indicadores de desempenho a ter em conta no momento de escolher seus fornecedores são:

Capacidade e Competência:

Estes indicadores procuram avaliar se as capacidades do fornecedor conseguem suprir as necessidades da sua empresa. Depois de avaliar essa capacidade procure também avaliar a competência desse fornecedor através de outras empresas. Isto poderá implicar falar com empresas que lidem ou que já tenham lidado com esse fornecedor para descobrir se ele cumpre o que foi previamente estipulado.

Compromisso:

O fornecedor deve assumir o compromisso de fornecer apenas produtos com bons padrões de qualidade. Para avaliar este indicador procure formas de provar que o fornecedor está comprometido com a sua empresa, especialmente se planeja criar uma relação de fornecimento a longo prazo. Se conseguir provar que o fornecedor vai cumprir sempre os requisitos previamente estabelecidos, terá a sua vida facilitada no momento de satisfazer as necessidades de qualidade dos seus clientes.

Controle:

Questione o controle do fornecedor no que diz respeito às políticas, processos e cadeias de fornecimento. Desta forma poderá descobrir se o fornecedor depende de recursos escassos ou se é controlado por uma organização externa. Qualquer um destes fatores poderá afetar gravemente a consistência e confiabilidade do fornecedor.

Situação Financeira e Custos:

Os fornecedores devem ter sempre uma boa saúde financeira. É através deste fator que conseguem ser mais consistentes, posicionar-se melhor em tempos de crise e combater a incerteza da economia. Um fornecedor que esteja endividado ou que tenha poucos recursos poderá causar grandes danos à produção da sua empresa. É nesta fase que também deverá avaliar as relações entre custo e qualidade dos produtos oferecidos pelos vários fornecedores, de forma a escolher aquele que esteja na melhor situação financeira e que apresente estabilidade.

Valores fundamentais:

As melhores relações são construídas quando ambos os ambientes de trabalho seguem os mesmos valores. Por exemplo, empresas que se prezem pela qualidade deverão escolher fornecedores que sigam ideologias semelhantes. Desta forma, a negociação será facilitada porque ambas as partes reconhecem a importância de um certo fator. Por exemplo, uma empresa que siga certas normas ambientais precisará de um fornecedor que também seja capaz de as seguir de forma a não comprometer a sustentabilidade e as leis de controlo ambiental.

Entre os valores fundamentais destacam-se atualmente aqueles ligados a integridade dos atos da empresa praticados pelos seus funcionários, dirigentes e fornecedores. Estar em conformidade com as Leis, em especial na forma preconizada pela Lei 12.846/2013, a Lei Anticorrupção.

Comunicação:

Um fornecedor deve estar sempre disponível para contactar com a empresa, sendo uma grande vantagem a utilização de métodos de comunicação comuns entre as partes. Também é importante perceber como é que o fornecedor lida com a comunicação num momento de crise. Desta forma, poderá proteger a sua empresa de imprevistos.

Em conclusão, criar e implementar um sistema que acompanhe e avalie os fornecedores é essencial para que tudo corra dentro do planejado, de forma suave e lucrativa. As empresas com mais sucesso tratam os fornecedores como parceiros e desenvolvem relações a longo prazo. Estas relações duradouras são as que trazem maiores benefícios mútuos e têm grande impacto na qualidade, no preço, na negociação e, mais importante, no futuro da sua empresa.

Increva-se na nossa Newsletter

"Sim! Quero receber notícias que me ajudarão a aumentar a produtividade da minha empresa."

Inscreveu-se com sucesso em nossa newsletter!