A importância do orçamentista na construtora

À primeira vista a industria da construção resume-se a execução de estruturas, vias de comunicação e infraestruturas diversas… É, sem sombra de dúvida, a sua faceta mais visível, mas para isto acontecer há uma série de procedimentos a montante que infelizmente é do desconhecimento geral da população.

A montante é necessário fazer uma série de estudos, onde se destacam os projetos de natureza diversa, toda a burocracia relacionada com a licitação e, por fim, a preparação das propostas por parte das empresas interessadas.

Durante esta fase de preparação de toda a documentação técnica e comercial que faz parte das propostas, o orçamentista assume um papel de especial importância.

É necessário ter em atenção que num período por vezes inferior à 30 dias este técnico tem que analisar o projeto, lançar consultas ao mercado junto de fornecedores e subempreiteiros, orçamentar, preparar a respectiva documentação técnica (memórias, programa de trabalhos, listas e mapas associados) e em simultâneo definir uma estratégia para tentar sair vencedor da licitação. Será assim compreensível que face a um período tão curto será muito fácil um orçamentista cometer algum erro durante a preparação da proposta.

Para além da preparação da proposta, o orçamentista deve ser o profissional da área da construção, cujo trabalho é o mais escrutinado em todo o processo. O trabalho deste profissional é logo à partida avaliado pelo júri que avalia as propostas, pela sua chefia durante os fechos e, no caso de adjudicação da obra, pelos colegas da produção. Infelizmente muitas vezes, com o intuito de valorização da equipe de produção o trabalho do orçamentista é por vezes severamente criticado por estes colegas sem qualquer razão aparente. Deveríamos esforçar-nos mais para trabalhar em equipe e tentar evitar que os erros de hoje se repitam amanhã.

Está fácil de ver que um orçamentista necessita de ser uma pessoa prática, metódica, com razoável raciocínio matemático e estratégico, assim como boa capacidade de leitura e compreensão de projetos, por vezes de grande complexidade e sobretudo, de trabalhar sob pressão, por vezes, por longos períodos.

A obra até se pode ganhar por negociações comerciais, mas se esta não for bem orçamentada e bem medida temos grandes probabilidades de algo correr mal. Isto verifica-se em todos os tipos de empreitada.

Há quem diga que o departamento de orçamentação é o coração de uma empresa de construção e eu, pelo que tenho visto, tenho que concordar… Sem este departamento uma empresa deste setor não sobrevive… Se esta deixar de apresentar propostas, deixa de produzir e por conseguinte, de faturar. Este departamento é vital para a sobrevivência de empresas em períodos de crise, quando temos de apresentar mais propostas para aumentar as taxas de sucesso de adjudicação, e assim permitir que esta continue a faturar. Por essa razão, quando uma construtora entra num período de reestruturação é na minha opinião, bastante arriscado reduzir naquele departamento que logo à partida poderá garantir a entrada de dinheiro fresco… Mas isto, só será possível, se este departamento for constituído por bons profissionais que, face á crise que em geral se vive no setor, não abundam por aí…

Por isso, é necessário começar a olhar o departamento de orçamentação com outros olhos e ter a noção que não é qualquer um que se enquadra no perfil de orçamentista. Estes profissionais demoram anos e anos a formar-se, não surgem do nada, antes da experiência acumulada ao longos dos anos de árduo trabalho.

Pedro Rego

Pedro Rego

Engenheiro Civil / Técnico Comercial / Orçamentista

Increva-se na nossa Newsletter

"Sim! Quero receber notícias que me ajudarão a aumentar a produtividade da minha empresa."

Inscreveu-se com sucesso em nossa newsletter!